25 de abr de 2012

MINHA HISTÓRIA

Assim ,seguimos viagem ,mesmo indo sem vontade.Fui no carro de uma amiga de minha irmã ,elas combinaram com outros amigos ,colegas da faculdade dela ,passamos na casa deles e lá entraram o Attilio e seu irmão ,o Antonio Luiz,que tinham me falado antes ,ele iria por ser muito só ,sem amigos ou namorada.
Confesso que fiquei interessada ,mas quando o vi ,deu um susto enorme ,o cara era gooordo ,careca,mas engraçadinho ,cheio das piadinhas e manteve animado o clima dentro do carro durante a viagem.
Assim ,entendi que apesar de uma pessoa não ser bem dotada de beleza externa ,poderia ter um atrativo qualquer do tipo ,ser alegre ,bem humorado ,enfim ,ser um amigo legal.
Quando chegamos ,montamos o acampamento ,e ele foi muito prestativo ,ajudando em tudo que pediam,foi muito colaborativo.
Ficamos amigos ,passeavamos pela praia ,conversavamos, sobre todos os assuntos ,brincadeiras nas águas calmas da praia ,e a noite ,repleta de estrelas no céu ,deitavamos nas esteiras para apreciar a beleza do Universo.Foram 5 ou 6 dias de um Carnaval ,muito proveitoso ,cheio de passeios que meu irmão inventava ,como ir mergulhar na Cachoeira ,um passeio para tomar sorvete na vila ,enfim ,foi tudo de bom ,cheio de atrações para um grupo de jovens.
Conhecendo -o a cada dia um pouquinho ,falando sobre trabalho, família escola,descobri que ele tinha mais 5 irmãos ,sendo que André , o caçula já havia falecido quando criança, atropelado pelo bonde ,transporte da época ,aos 9 anos de idade e sua irmã mais velha a Heloisa,havia se afogado nas ultimas férias dela antes de entrar para a residencia médica, sendo então,médica formada ,mas que Deus levou antes de começar a exercer a profissão.Eu ,pessoalmente ,hoje ,vejo esse "acidente" com ela,como um atentado contra sua pessoa ,porque ela era militante politica ,e ,nos anos 60 ,pagava-se muitas vezes com a vida por isso.Mas enfim ,eles evitavam falar sobre isso,e eu respeitava,afinal de que adiantaria cutucar velhas feridas ?
Terminando o Carnaval ,voltamos para casa ,para a realidade ,quase que namorando ,trocamos alguns beijinhos ,coisa pouca,inocente ,já que ambos eram inexperientes ,e estavamos juntos aprendendo a arte do amor.Confesso ,que eu estava nesse relacionamento ,mais por curiosidade ,do que propriamente " apaixonada " ,ninguem se apaixona por alguem em poucos dias ,e ele não era nenhum mister de beleza,o que dificultava ,talvez,nascer uma paixão.
Mas ,trocamos telefones e eu sinceramente torci ,para que ele esquecesse do meu e não ligasse ,porque minha maior preocupação na época eram os estudos,porque eu desejava muito já prestar o vestibular no final do ano,e eu amava muito meus estudos,minhas obrigações de estudante,e ajudar minha mãe em casa com seus afazeres,tantos que eu sentia dó dela não ter tempo para outras coisas pessoais,e eu gostava de colaborar com ela ,para alivia-la e assim, dessa forma,ver sobrar tempo no dia dela ,para que ela sentasse ,nem que fosse para bordar ou fazer um tricozinho qualquer,mas que servisse para descansar do dia-a dia de dona de casa.  Minha mãe era meu pedaço de tudo de bom ,de amor ,amizade ,carinho .                                                                                                           -2-

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...