7 de mai de 2012

MINHA HISTÓRIA

E assim ,seguimos com o dia a dia,ele trabalhando ,eu estudando e ajudando minha mãe em casa ,já que meus irmãos já trabalhavam ,além de estudarem.
Ele se mostrou aquele tipo grudento ,me ligava 2 ,3 vezes ao dia ,e quase sempre era a minha mãe quem atendia o telefone ,e confesso que muuuitas vezes eu pedi a ela para dizer que eu estava dormindo ,ou no banho ,porque ele me atrapalhava nos estudos ,e nem tinhamos tanto assunto assim para conversar ,mas o que incomodava mesmo era a insistencia dele,então minha mãe fazia o "meio de campo" ,me livrando as vezes quando eu o achava um chato...
Naquela época,eu tinha aulas aos sábados e assim ele passou a ir me encontrar na saída da escola ao meio dia ,e voltavamos juntos para casa,de mãozinhas dadas ,como convem a um lindo casalzinho apaixonado.Mas eu chegava em casa, muitas vezes ,nos despediamos no portão ,porque eu precisava ajudar minha mãe,e estudar tambem ,porque tinha muita lição de casa ,a após o almoço ,gostava de dormir um pouco porque levantava cedo.Combinavamos de nos encontrar a noite para ir a um cinema ,ou ficar em casa com meus pais ,quando a grana estava "curta".
Ele era um bom conversador ,e assim cativou meus pais ,meus irmãos ,enfim ,a familia toda.Educado ,de boa familia ,logo me levou a conhecer a mãe dele ,pessoa muito legal ,sofrida ,mas de bem com a vida.
Dona Edith, mulher guerreira ,que ficou viuva muito cedo ,com  6  filhos ! pasmem...6 crianças para criar.O marido teve enfarte e se foi e ela não teve medo da vida ,foi a luta ,trabalhar e morar com um cunhado casado ,para ter alguem que a ajudasse a olhar as crianças ,enquanto trabalhava.Mulher forte ,batalhadora ,quando eu a conheci ,já estava se aposentando, depois de tantos anos de luta,com os filhos criados, passou a sair passear em Itu ,onde morava sua mãe ,a Vó Maria ,outra figura ,pessoa alegre,cheia de vida e histórias para contar.
Viuva tambem ,acho interessante isso....depois que a mulher fica viuva ,parece que fica mais doce tambem ...acho que é porque passa a encarar a vida " como um presente divino" ,já que deus levou seu companheiro de muitos anos,mas deixou os filhos ,para cuidar e se ocupar com eles,e depois vem os netos...bisnetos...etc...                                                                                 3

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...